Benefícios de ser um esportista

23/02/2018
Além de ser considerado pela ONU um importante facilitador do desenvolvimento sustentável do planeta, conforme consta na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável daquela organização, o esporte traz diversos efeitos positivos para a qualidade de vida do indivíduo. Porém, não basta só se movimentar. Tornar-se um esportista requer dedicação e planejamento. Quem pratica garante que o esforço é recompensado.
Segundo o professor de Educação Física André Cavalcanti, da assessoria de corrida e caminhada que leva seu nome, a prática regular de esporte traz numerosos benefícios, tais como: diminuição do risco de doenças cardiovasculares, de diabetes e obesidade; melhora dos níveis de colesterol; aumento da resistência muscular; dentre outros.
O esporte também é um aliado quando o assunto é disciplina. “A atividade física, quando realizada regularmente e de preferência acompanhada por um profissional de educação física, pode ajudar muito na concentração e na memória. É o caso, por exemplo, das atividades aeróbicas, como a corrida, a natação ou a bicicleta, que geram um aumento da atividade cerebral e potencializam o raciocínio”, afirma André.
Para muitas pessoas, o desafio é conseguir se organizar e conciliar o esporte escolhido com as tarefas do dia a dia. Segundo a participante do Serpros, Alserinda Monteiro, que é corredora amadora, o segredo para manter o foco é administrar o tempo para conquistar os resultados desejados e não desistir: “Eu encaro tudo como um desafio”, revela. Alserinda é analista contábil no Serpros e há quatro anos participa de competições de corrida de rua. “Sempre estou motivada para seguir corretamente os treinos e cumprir todas as etapas propostas”, ressalta e complementa que a corrida a ensinou a se concentrar nos objetivos para hoje ter a qualidade de vida e o bem-estar almejados.
Em homenagem ao Dia do Esportista, comemorado em 19 de fevereiro, parabenizamos todos aqueles que realizam alguma prática esportiva, seja enquanto profissional ou amador. Para quem ainda não começou, recomendamos: pratique esportes! Sempre atento sobre qual o exercício ideal para você. Isso envolve avaliar sua rotina, seu prazer em fazer, bem como sua aptidão física.

consulte Mais informação
serpros 23 de fevereiro de 2018 0 Comentários

Mais qualidade de vida na melhor idade

18/01/2017
A falta de tempo muitas vezes pode ser um argumento para as pessoas não realizarem uma atividade física regularmente. No entanto, para aqueles que deixaram a vida laboral e estão aposentados, por exemplo, essa pode ser a oportunidade de investir em mais qualidade de vida, conforme sugere o cardiologista Cláudio Tinoco, professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal Fluminense.
Segundo o especialista, estar aposentado é uma oportunidade na vida de muitas pessoas, principalmente quando o assunto é qualidade de vida. “Muitos aproveitam o tempo livre para realizar atividades físicas e lúdicas que enriquecem a vida e melhoram muitos aspectos da saúde”, diz.
Cláudio Tinoco lembra da importância de consultar um médico para uma avaliação cardiovascular antes de se engajar em atividades físicas, seja na clínica geral, na cardiologia, na medicina de família ou na geriatria, por exemplo.
O cardiologista considera as atividades aeróbias, como caminhar, andar de bicicleta, correr e nadar, mais saudáveis dos pontos de vista da proteção a doenças do coração, da prevenção e também do tratamento de outras enfermidades, como a obesidade, o diabetes, o colesterol alto, a depressão e, mais recentemente, o câncer.
“A atividade física deve ser incentivada por vários motivos, sendo que nas mulheres um benefício adicional é a redução da osteoporose, que é mais comum no sexo feminino, e após a menopausa, o aumento do risco de fraturas”, explica.
O professor ressalta que não importa a idade quando estamos falando em qualidade de vida, pois a prática de exercícios físicos oferece benefícios “para se manter saudável e poder aproveitar os muitos anos de vida feliz e de qualidade que hoje a maioria das pessoas com 60 anos tem pela frente”, conclui.

consulte Mais informação
serpros 18 de janeiro de 2017 0 Comentários

Bem-estar e qualidade de vida: benefícios da massoterapia

24/08/2016
Levante a mão quem já sentiu dores nas costas, no pescoço ou nas pernas, seguidas de indisposição, irritabilidade e estresse depois de um dia intenso de trabalho! Uma massagem entre uma reunião e outra até que seria bem-vinda. Muitas empresas, entidades e outras organizações já perceberam que a produtividade dos seus empregados está diretamente relacionada à qualidade de vida desses colaboradores. Para manter esse rendimento em alta, diversas ações vêm sendo realizadas em prol desse bem-estar. E a massoterapia é uma delas.
Segundo a massoterapeuta Patrícia Silva, profissional há mais de 25 anos, a massoterapia melhora o relacionamento interpessoal dos empregados, estimula a criatividade, a concentração e o foco, alivia as tensões causadas muitas vezes pela postura, melhora a circulação sanguínea, além de contribuir para a prevenção de doenças. “A massoterapia tem efeitos imediatos. Por ser realizada num espaço reservado no próprio ambiente de trabalho, facilita a busca do empregado pelo bem-estar. Depois das sessões, os empregados repõem as energias e conseguem fazer suas atividades com mais tranquilidade”, afirma.
As empresas adeptas ganham na produtividade: com empregados mais saudáveis e com qualidade de vida, o rendimento aumenta e o índice de faltas e afastamentos, bem como os custos com assistência médica, diminuem.
Como parte das ações do Programa Qualidade de Vida do SERPROS, Patrícia oferece sessões de massagem aos empregados duas vezes por semana. As sessões, custeadas pelos próprios empregados, mas a preços reduzidos, são realizadas no ambulatório da Entidade.

consulte Mais informação
serpros 24 de agosto de 2016 0 Comentários

Corpo e mente sãos

01/06/2016
Para quem nem pensa em parar de trabalhar ou para quem já se aposentou, as desculpas para escorregar na alimentação e abandonar os exercícios físicos são variadas. No entanto, em qualquer fase da vida é importante manter o corpo ativo e a cabeça arejada.
Os benefícios de manter o corpo em movimento são muitos, como ressalta o endocrinologista Rodrigo Siqueira, da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro. “A atividade física eleva a autonomia e a sensação de bem-estar, aumenta a força muscular e proporciona maior coordenação motora e equilíbrio. Por tudo isso, diminui a ansiedade e a depressão, trazendo mais independência pessoal e sociabilidade e controle do peso corporal”, enumera.
Ele lembra também que práticas regulares são uma importante maneira de prevenir doenças e melhorar o lado emocional. “Os exercícios físicos ajudam, especialmente, na prevenção de doenças como a hipertensão arterial, diabetes e doenças cardiovasculares (como infarto e acidente vascular cerebral). A liberação de substâncias durante a atividade que propiciam um efeito tranquilizante e analgésico contribui ainda para melhorar o lado emocional”, explica.
Na hora de escolher qual atividade praticar, o especialista ressalta que o mais importante é encontrar alguma prazerosa, o que diminui as chances de desistir. Siqueira explica ainda que a melhora na qualidade de vida já pode ser percebida após o primeiro mês de prática regular, sendo a frequência ideal entre cinco e sete vezes por semana. “Mas admite-se uma regularidade mínima de três vezes por semana”, completa.
Uma alimentação equilibrada também é fundamental para manter a qualidade de vida. Muitas das principais doenças que acometem as pessoas após os 60 anos podem ser prevenidas não só com a prática de exercícios, mas também com a ingestão de determinados alimentos. Segundo o médico, os idosos costumam apresentar maior carência de vitamina D e cálcio. A vitamina D é essencial na absorção do cálcio, e a carência desse mineral é responsável pela osteopenia e pela osteoporose. Para suprir essa ausência, é recomendável tomar sol diariamente, pois ela é produzida pelo próprio organismo, e só é metabolizada quando nos expomos à luz solar. Para o cálcio, é preciso ingerir leite e seus derivados, vegetais escuros (brócolis e couve, por exemplo), peixes e frutos do mar.
O coração também agradece pela alimentação balanceada. O médico orienta que uma dieta rica em fibras e pobre em gorduras, principalmente as saturadas, diminui os riscos de doenças cardiovasculares, como o infarto. Já na lista dos hábitos que devem ser evitados por serem considerados nocivos a um envelhecimento saudável, o endocrinologista enumera tabagismo, alcoolismo, obesidade e sedentarismo. Para quem ainda está trabalhando ou para quem já fechou esse ciclo, manter a saúde em dia é fundamental.
* Esta reportagem está publicada na Revista SERPROS nº 1 (nov/dez/jan 2014).

consulte Mais informação
serpros 1 de junho de 2016 0 Comentários

Qualidade de Vida: SERPROS recebe o Prêmio Ser Humano 2015

08/12/2015
Quase 300 pessoas estiveram reunidas, no dia 26 de novembro, em Copacabana, à espera do anúncio dos contemplados com o Prêmio Ser Humano ABRH-RJ 2015. Neste ano, a iniciativa da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-RJ), que reconhece organizações inovadoras no quesito gestão de pessoas, lançou uma categoria voltada para o terceiro setor. O SERPROS foi a única entidade a conquistar a premiação.
As empresas participantes passaram por uma análise criteriosa dos jurados, entre eles mais de 20 profissionais gabaritados na área de RH, além do público que também participou do processo de escolha.
Segundo o diretor de gestão da premiação, José Carlos de Freitas, um dos principais aspectos que identificam uma organização humanizada é o cuidado com que ela trata os seus colaboradores: “Programas dessa natureza transcendem os limites da relação de trabalho, pois melhorando a saúde do trabalhador, beneficiam sua família, uma vez que podem proporcionar maior longevidade e qualidade de vida pessoal”.
O Programa Qualidade de Vida do SERPROS incentiva a saúde e o bem-estar dos empregados, por meio de atividades que provoquem mudanças positivas nos hábitos e posturas, como maior integração, motivação e disposição entre eles e a empresa.
foto_02

consulte Mais informação
serpros 8 de dezembro de 2015 0 Comentários

Qualidade de Vida do SERPROS é finalista em premiação

05/10/2015
O SERPROS foi classificado para o 35º Prêmio Ser Humano 2015 da Associação Brasileira de Recursos Humanos – RJ. A entidade se destacou com o programa Qualidade de Vida, desenvolvido pela equipe de Gestão de Pessoas (GEPES).
Para que o SERPROS seja uma das empresas campeãs, uma comissão julgadora avaliará os cases e o público poderá votar pelo site da ABRH-RJ até o dia 22 de outubro, quando sai o resultado final.
O SERPROS é o primeiro fundo de pensão a concorrer à premiação, que reconhece as práticas inovadoras em Gestão de Pessoas realizadas pelas empresas.

consulte Mais informação
serpros 5 de outubro de 2015 0 Comentários