Escolha a sua opção
Dúvidas Frequentes
Como podemos ajudar?
Fale Conosco

O Fale Conosco é o meio mais ágil para entrar em contato com o Serpros.

A ferramenta faz parte do projeto Inova Serpros, que veio para aprimorar os meios de comunicação do Serpros para tornar mais fácil o seu contato com a Entidade e estabelecer um relacionamento ainda mais próximo com o público, sempre com ética, comprometimento e profissionalismo. Entre em contato conosco!

0800 temporariamente indisponível
Contatos emergenciais
  • Atendimento RIO (21) 99678-5393 (9h às 12h) | (21) 99825-4286 | (21) 99780-1630 | (61) 99271-7713
  • Atendimento BSB (61) 98440-8730 | (61) 99261-5389
Área Restrita

Para acessar a Área do Participante, é preciso possuir vínculo com o Serpros, seja como patrocinado (funcionário participante do Serpros), autopatrocinado (ex-funcionário participante do Serpros), assistido (aposentado ou em auxílio-doença), beneficiário (recebedor de pensão ou auxílio-reclusão) e desistente ou em Benefício Proporcional Diferido (BPD). Participantes que já se desvincularam do Serpros pelo resgate ou pela portabilidade não têm acesso à Área do Participante.

O link de acesso está disponível no site institucional, no canto superior à direita. Ou acesse aqui.

Caso seja a sua primeira vez no ambiente virtual, clique em “Primeiro Acesso”, digite o seu CPF e a sua data de nascimento e depois clique em “Entrar”. A senha será enviada para o seu e-mail cadastrado.

Na página de entrada para a Área do Participante, solicite uma nova senha na opção “Esqueci Senha”. Em seguida, digite o seu CPF e a sua data de nascimento e depois clique em “Entrar”. Uma senha provisória será enviada para o seu e-mail cadastrado.

Atualize o seu e-mail na tela de login, clicando em “Atualizar”. Caso o problema persista, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Participante pelo Fale Conosco.

Após o acesso, o participante deve clicar em seu nome (canto direito superior) em “Alteração de Senha”.

Acesse a Área do Participante; selecione o menu “Consulta” > “Demonstrativo de Pagamento”.

Importante: caso o contracheque não seja visualizado, será necessário desbloquear os pop-ups do navegador.

Benefício Programado

É o benefício de caráter previdenciário que decorre de eventos previsíveis, ou seja, previamente planejados pelo participante, desde que atendidos os requisitos estabelecidos para a sua concessão.

Exceto os benefícios decorrentes de invalidez, doença, reclusão e morte, todos os demais benefícios são programados.

Exceto os benefícios decorrentes de invalidez, doença, reclusão e morte, todos os demais benefícios oferecidos pela Previdência Social são programados.

Em sentido restrito ao Serpros, é o conjunto de regras que regem determinada situação de direito junto aos planos previdenciários.

Todos os definidos na legislação, quais sejam: Benefício Proporcional Diferido, Portabilidade, Resgate e Autopatrocínio.

O Benefício Proporcional Acumulado (BPA) é vitalício, sendo concedido somente ao participante do PS-I que esteja aposentado de forma programada pela Previdência Social (Regime Jurídico Único ou Regime Geral de Previdência Social).

A aposentadoria programada é vitalícia, sendo concedida somente ao participante do PS-II que esteja aposentado de forma programada pela Previdência Social (Regime Jurídico Único ou Regime Geral de Previdência Social).

Para aposentar-se pelo Serpros o participante, obrigatoriamente, deve ter rescindido o seu vínculo empregatício com o Serpro.

O participante do PS-II, no momento da aposentadoria, pode optar por receber, em parcela à vista, ou seja, de uma única vez os seguintes valores: até 25% da conta de participante constituída pelas contribuições Básica e Variável; até 100% da conta de participante constituída pelas contribuições Espontâneas e Recursos Portados.

Essas informações estão disponíveis no site. Para o PS-I, acesse o menu “Planos” > “PS-I”. Para participantes do PS-II, acesse “Planos” > “PS-II”. Basta selecionar o benefício/instituto de sua preferência.

O benefício de aposentadoria vitalícia será reajustado no mês de maio de cada ano de acordo com o INPC acumulado de maio do ano anterior até abril do ano do reajuste.

É a 13ª parcela anual do benefício paga uma vez ao ano aos assistidos e beneficiários do PS-I e do PS-II, sendo a parcela creditada da seguinte forma: 50% em junho e 50% em novembro.

Não havendo pendência documental, ou seja, se a documentação chegar completa no Serpros até o dia 10 de cada mês, o crédito será realizado até o final do referido mês.

Importante: Esse prazo é para os participantes que estiverem em dia com as suas obrigações junto à entidade.

Empréstimos
  • Todos os participantes ativos, assistidos e saldados. Pensionistas podem solicitar empréstimos, observadas as regras de concessão, estão isentos de carência de contribuição.
  • O participante ativo em regime de suspensão de inscrição não pode solicitar empréstimo.
  • O participante assistido por Auxílio-Doença ou acidente de trabalho não pode solicitar empréstimo simples. Poderá contratar apenas o empréstimo saúde.
  • O Pensionista entre 18 e 21 anos poderá contratar empréstimo com prazo limitado ao tempo que faltar para completar os 21 anos.
  • Para a concessão de empréstimos com taxa de juros Pré-fixado, o participante deverá ter no mínimo 12 contribuições pagas.
  • Para renovar o empréstimo com taxa de juros pré-fixado, o participante deverá cumprir a carência de 1 mês.

Para saber mais, acesse a página Empréstimo Serpros.

O empréstimo do Serpros tem uma das menores taxas de juros do mercado. Consulte aqui.

Antes de simular o seu empréstimo Serpros, os participantes ativos do Serpro precisam liberar o Serpros no novo sistema de Consignação do Serpro. Saiba como.

Os limitadores de crédito definem a quantia que poderá ser solicitada, de modo que os valores não comprometam toda a sua renda. Antes de contratar um empréstimo no Serpros, é fundamental ler atentamente o regulamento, que está disponível na página Empréstimo Serpros, no site, e verificar as suas condições de contratação.

Ao acessar a Área do Participante, o seu saldo devedor de empréstimo aparece na tela principal, em “Empréstimo” > “Ver mais”. Os valores são atualizados diariamente.

Requerimentos

Para requerer os benefícios ou institutos dos planos PS-I ou PS-II, é necessário seguir os seguintes passos:

  • Acessar o requerimento em modelo próprio do Serpros (disponível no site e na Área Restrita),;
  • Conferir e/ou preencher as informações;
  • Imprimir, datar, assinar;
  • Anexar a documentação necessária;
  • Encaminhar para o Serpros.

As concessões/deferimentos estão condicionadas aos critérios estipulados nos regulamentos dos planos.

Quanto ao seu destino não há nenhuma diferença, ou seja, as duas se destinam a formação de poupança individual para dar origem ao benefício de aposentadoria. Quanto à origem, ambas são facultativas, mas somente a Contribuição Variável, destinada a poupança individual, é dobrada, ou seja, o Serpro ou o Serpros contribui (contrapartida) com o mesmo valor descontado no contracheque.

Atenção: somente opte por efetuar a Contribuição Espontânea após a sua Contribuição Variável chegar ao limite, ou seja, no percentual de 15%.

Os aposentados do PS-I contribuem com uma única contribuição, subdividida no contracheque em Contribuição Normal de Assistido e Contribuição Assistido Extraordinária.

Os aposentados do PS-II contribuem com uma única contribuição no contracheque, denominada Contribuição Serpros Assistido.

A Contribuição Normal de Assistido é destinada ao custeio previdencial normal do PS-I. Já a Contribuição Assistido Extraordinária é destinada à cobertura de eventuais desequilíbrios do PS-I (resultado deficitário do plano de benefícios).

Contribuições

Sim. Os participantes do PS-I e do PS-II podem optar pelo instituto do Autopatrocínio, assumindo as suas contribuições e as da Patrocinadora. O valor da nova contribuição pode ser obtido a partir de simulação na Área Restrita , na opção “Simulação” > “Autopatrocínio”.

Quanto ao seu destino não há nenhuma diferença, ou seja, as duas se destinam a formação de poupança individual para dar origem ao benefício de aposentadoria. Quanto à origem, ambas são facultativas, mas somente a Contribuição Variável, destinada a poupança individual, é dobrada, ou seja, o Serpro ou o Serpros contribui (contrapartida) com o mesmo valor descontado no contracheque.

Atenção: somente opte por efetuar a Contribuição Espontânea após a sua Contribuição Variável chegar ao limite, ou seja, no percentual de 15%.

Os aposentados do PS-I contribuem com uma única contribuição, subdividida no contracheque em Contribuição Normal de Assistido e Contribuição Assistido Extraordinária.

Os aposentados do PS-II contribuem com uma única contribuição no contracheque, denominada Contribuição Serpros Assistido.

A Contribuição Normal de Assistido é destinada ao custeio previdencial normal do PS-I. Já a Contribuição Assistido Extraordinária é destinada à cobertura de eventuais desequilíbrios do PS-I (resultado deficitário do plano de benefícios).

Adesão

O Plano Serpro II (PS-II) é o único plano aberto a adesões.

Todos os empregados do Serpro e do Serpros, além de gerentes, diretores, conselheiros ocupantes de cargo eletivo e outros dirigentes do Serpro e do Serpros podem se filiar ao PS-II.

Disponibilizamos um simulador exclusivo para quem ainda não é participante. Basta acessar o nosso site, selecionar o menu “Adesão” > “Simulador para não inscritos” e depois o item “Clique aqui para simular seu plano”.

Acesse o menu “Adesão”, em nosso site; faça o download do Termo de Adesão; preencha; assine com seu Certificado Digital Serpro ou imprima e assine manualmente. Anexe o documento ao Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) e às cópias do seu RG e CPF; e encaminhe ao Órgão Local de Gestão de Pessoas (OLGP) da sua Regional ou envie por Correios para o Serpros, aos cuidados da Gerência de Benefícios e Atuarial, em um dos seguintes endereços:

Sede Rio de Janeiro: Rua Fernandes Guimarães, 35 – Botafogo, Rio de Janeiro, RJ | CEP 22.290-000
OU
Escritório Serpros Brasília: SCN Quadra 04 Bloco “B” sala 703 | Ed. Centro Empresarial Varig – Asa Norte – Brasília – DF | CEP: 70714-900

A adesão ao Serpros se dá no momento do protocolo do pedido de inscrição.

A partir do deferimento do pedido de inscrição.

A partir do primeiro dia do mês subsequente à data do protocolo do pedido de inscrição.

Para a dispensa das carências dos benefícios de risco, os efeitos são produzidos a partir da adesão ao Serpros.

Quando a adesão ao Serpros ocorre em até 30 dias após a admissão no Serpro ou no Serpros, a carência de 12 meses dos benefícios de risco (invalidez, doença ou morte) são dispensadas. A carência também é dispensada para doença ou morte quando decorrente de acidente, doença do trabalho ou considerada grave pela Previdência Social.

A alteração poderá ser realizada até o último dia útil do mês subsequente a partir do deferimento da inscrição. Assim, considerando o último dia do mês subsequente como útil e os meses de 31 dias, a alteração poderá ser feita em até 62 dias após a data de ingresso no plano de benefícios.

Seu Plano

Ao acessar a Área do Participante, o seu plano ativo aparece na tela principal, em “Dados do Plano”. Caso tenha mais de um plano, basta clicar sobre aquele que deseja consultar.

Na Área do Participante é possível estimar o valor do seu benefício ou instituto ao qual terá direito ao se aposentar. Basta selecionar o menu “Simulação” e escolher o benefício ou instituto.

Apenas os participantes do PS-II podem alterar o percentual de contribuição. Para isso, basta acessar a Área do Participante e clicar em “Requerimentos” > “Alteração de Contribuição Variável” ou “Alteração da Contribuição Espontânea Mensal”.

Os procedimentos para alterar a Contribuição Variável são feitos diretamente na Área Restrita, na opção “Requerimentos > Alteração de Contribuição Variável”.

Os procedimentos para alterar a Contribuição Variável são feitos diretamente na Área Restrita, na opção “Requerimentos” > “Alteração de Contribuição Espontânea Mensal”. É importante verificar se já atingiu o máximo da Contribuição Variável.

Para efetuar uma Contribuição Espontânea Esporádica é necessário enviar o requerimento ao Serviço de Atendimento ao Participante (SAP) do Serpros, informando os seus dados, o valor e a data do aporte para que seja gerado boleto.

O Valor de Referência Serpro II (VRS) é a unidade monetária utilizada pelo PS-II para os cálculos das contribuições e dos benefícios de risco, como auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, auxílio-reclusão, pecúlio e pensão por morte. O VRS também é utilizado como limitante de salário de contribuição e renda.

Atualmente o VRS está em R$ 402,00, sendo reajustado no mês de maio de cada ano de acordo com o INPC acumulado de maio do ano anterior até abril do ano do reajuste.

Salário de Contribuição (SC) é a soma das parcelas relativas a salário, gratificações, incorporações e adicionais recebidos habitualmente. Rubricas de incorporação compõem o salário de contribuição do PS-II, já hora extra e férias (terço constitucional) não compõem o Salário de Contribuição

Ao acessar a Área do Participante, o seu plano ativo aparece na tela principal, em “Dados do Plano”. Caso tenha mais de um plano é importante verificar, separadamente, cada um deles.

As informações atualizadas dos planos PS-I e PS-II são mensalmente publicadas e disponibilizadas na Área do Participante no menu “Demonstrativos”.

Atualizações Cadastrais

Para atualizar os dados de contato (e-mail, endereço e telefones), os participantes ativos (patrocinados e autopatrocinados), assistidos, beneficiários e desistentes ou em Benefício Proporcional Diferido (BPD) devem acessar a Área Restrita, no site. No menu “Dados Cadastrais”, selecionar a opção “Dados para Contatos” e proceder com as modificações e/ou inclusões.

Acesse a Área do Participante; informe seu login e sua senha; clique em “Dados Pessoais”; selecione a opção “Dados para contato”; realize as alterações e clique em “Salvar”. Você receberá um e-mail confirmando as atualizações.

Os participantes ativos e em gozo de auxílio-doença do PS-I e do PS-II devem acessar a Área do Participante, no site. No menu “Dados Cadastrais”, selecionar “Tempo de Serviço” e seguir as orientações.

Participantes ativos e assistidos do PS-I e PS-II podem alterar os beneficiários e/ou designados acessando a Área Restrita no site. No menu “Cadastro”; selecionar “Dados Pessoais”; “Plano/Empresa e Dependentes/Beneficiários” e seguir as instruções.

Atenção para os Aposentados do PS-II a partir de 1º/4/2013: o valor do seu benefício poderá ser recalculado em função da alteração dos beneficiários (mudança no perfil do grupo familiar declarado no momento da aposentadoria).

Seu Plano

Ao acessar a Área do Participante, o seu plano ativo aparece na tela principal, em “Dados do Plano”. Caso tenha mais de um plano, basta clicar sobre aquele que deseja consultar.

Na Área do Participante é possível estimar o valor do seu benefício ou instituto ao qual terá direito ao se aposentar. Basta selecionar o menu “Simulação” e escolher o benefício ou instituto.

Apenas os participantes do PS-II podem alterar o percentual de contribuição. Para isso, basta acessar a Área do Participante e clicar em “Requerimentos” > “Alteração de Contribuição Variável” ou “Alteração da Contribuição Espontânea Mensal”.

Os procedimentos para alterar a Contribuição Variável são feitos diretamente na Área Restrita, na opção “Requerimentos > Alteração de Contribuição Variável”.

Os procedimentos para alterar a Contribuição Variável são feitos diretamente na Área Restrita, na opção “Requerimentos” > “Alteração de Contribuição Espontânea Mensal”. É importante verificar se já atingiu o máximo da Contribuição Variável.

Para efetuar uma Contribuição Espontânea Esporádica é necessário enviar o requerimento ao Serviço de Atendimento ao Participante (SAP) do Serpros, informando os seus dados, o valor e a data do aporte para que seja gerado boleto.

O Valor de Referência Serpro II (VRS) é a unidade monetária utilizada pelo PS-II para os cálculos das contribuições e dos benefícios de risco, como auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, auxílio-reclusão, pecúlio e pensão por morte. O VRS também é utilizado como limitante de salário de contribuição e renda.

Atualmente o VRS está em R$ 402,00, sendo reajustado no mês de maio de cada ano de acordo com o INPC acumulado de maio do ano anterior até abril do ano do reajuste.

Salário de Contribuição (SC) é a soma das parcelas relativas a salário, gratificações, incorporações e adicionais recebidos habitualmente. Rubricas de incorporação compõem o salário de contribuição do PS-II, já hora extra e férias (terço constitucional) não compõem o Salário de Contribuição

Ao acessar a Área do Participante, o seu plano ativo aparece na tela principal, em “Dados do Plano”. Caso tenha mais de um plano é importante verificar, separadamente, cada um deles.

As informações atualizadas dos planos PS-I e PS-II são mensalmente publicadas e disponibilizadas na Área do Participante no menu “Demonstrativos”.

Atualizações Cadastrais

Para atualizar os dados de contato (e-mail, endereço e telefones), os participantes ativos (patrocinados e autopatrocinados), assistidos, beneficiários e desistentes ou em Benefício Proporcional Diferido (BPD) devem acessar a Área Restrita, no site. No menu “Dados Cadastrais”, selecionar a opção “Dados para Contatos” e proceder com as modificações e/ou inclusões.

Acesse a Área do Participante; informe seu login e sua senha; clique em “Dados Pessoais”; selecione a opção “Dados para contato”; realize as alterações e clique em “Salvar”. Você receberá um e-mail confirmando as atualizações.

Os participantes ativos e em gozo de auxílio-doença do PS-I e do PS-II devem acessar a Área do Participante, no site. No menu “Dados Cadastrais”, selecionar “Tempo de Serviço” e seguir as orientações.

Participantes ativos e assistidos do PS-I e PS-II podem alterar os beneficiários e/ou designados acessando a Área Restrita no site. No menu “Cadastro”; selecionar “Dados Pessoais”; “Plano/Empresa e Dependentes/Beneficiários” e seguir as instruções.

Atenção para os Aposentados do PS-II a partir de 1º/4/2013: o valor do seu benefício poderá ser recalculado em função da alteração dos beneficiários (mudança no perfil do grupo familiar declarado no momento da aposentadoria).

Páginas especiais