Canal Direto com a Diretoria: novo vídeo disponível

O diretor de Investimento, Sergio Vieira, apresenta neste 16º Canal Direto com a Diretoria o panorama dos resultados dos investimentos no primeiro semestre, ressaltando a redução do deficit no PS-I e o superávit no PS-II BD. Assista, curta, compartilhe e se inscreva em nosso canal no Youtube.

 

18/7/2019

consulte Mais informação
Serpros 18 de julho de 2019 0 Comentários

A mais nova ferramenta de relacionamento: Fale Conosco

A partir de hoje, 16 de julho, vocês podem entrar em contato com a equipe de Relacionamento do Serpros por meio de um novo canal: o Fale Conosco, que é bem fácil de usar e a sua mensagem chega rapidamente ao Serviço de Atendimento ao Participante.

Ao acessar o site do Serpros, basta selecionar o menu Atendimento > Fale Conosco e preencher a caixa de mensagem com as informações.

É muito importante informar os seus dados pessoais e para contato – estes são dados obrigatórios – para que a nossa equipe possa atendê-los da melhor forma, com rapidez e eficiência.

O Fale Conosco fica disponível 24 horas por dia no site, mas o atendimento funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Caso o seu chamado seja realizado durante o final de semana ou em algum feriado, por exemplo, o receberemos no primeiro dia útil subsequente.

Vale lembrar: antes de abrir um chamado, é importante ler as Dúvidas Frequentes no site, pois as suas perguntas já podem estar respondidas!

 

16/7/2019

consulte Mais informação
Serpros 16 de julho de 2019 0 Comentários

Consulte as Atas de Reuniões do CDE na Área do Participante

Encontra-se disponível a Ata da 1ª Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo (CDE), realizada nos dias 25, 26 e 27 de março de 2019.

Para consultar, acesse o site institucional do Serpros, no menu Área Restrita, e selecione: Demonstrativos >> CDE >> CDE >> Atas >> 2019.

consulte Mais informação
Serpros 11 de julho de 2019 0 Comentários

Concessão de empréstimos disponível a partir de amanhã (10/7)

A concessão de empréstimos voltará à operação normal a partir desta quarta-feira (10/7).

As providências necessárias à retomada das operações foram concluídas nesta terça-feira (9/7), tendo sido emitida e cadastrada no Sistema de Gestão de Pessoas (Sigepe) a Certidão Negativa do Serpros, que esteve indisponível até a última segunda (8/7).

A atualização do Sigepe ocorre hoje (9/7) à noite estando disponível para os cálculos de margem no início do expediente do dia 10/7.

consulte Mais informação
Serpros 9 de julho de 2019 0 Comentários

Auxílio Doença: tire suas dúvidas

O Auxílio-Doença é o benefício concedido ao participante do Plano Serpro II (PS-II), ativo ou autopatrocinado, que esteja licenciado pelo INSS por motivo de doença.

Tem direito ao Auxílio-Doença o participante cujo Salário de Benefício seja superior a 14 VRS, que tenha pelo menos 12 meses de contribuição ao plano, além da comprovação do benefício junto à Previdência Social. Outros requisitos podem ser analisados caso a caso, conforme o Regulamento do PS-II.

Para entender melhor:
– Salário de Benefício (SB) é a média aritmética dos 36 últimos Salários de Contribuição.
– Salário de Contribuição (SC) é a soma das parcelas relativas a salário, gratificações, incorporações e adicionais recebidos habitualmente.
– VRS: Valor de Referência Serpro II, que é atualizado a cada ano. Atualmente está em R$392,35. Sendo assim, 14 VRS equivale a R$5.492,90.

Fórmula de cálculo: SB – 14 VRS = benefício de Auxílio-Doença

Para entender melhor o cálculo para recebimento de Auxílio-Doença no PS-II, vamos imaginar os personagens a seguir, considerando as condições dispostas no artigo 68 do regulamento do PS-II:

1 – Mariana tem 35 anos, é participante ativa do PS-II e tem um Salário de Benefício de R$4.500,00. Maria terá um valor R$ 0 de Auxílio-Doença, pois recebe um SB menor que 14 VRS. Nesse caso, o seu benefício será provido pelo INSS.

2 – Daniel tem 59 anos, é participante do PS-I e tem um Salário de Benefício de R$10.000,00. Daniel não tem direito ao Auxílio-Doença, em razão do saldamento do PS-I, ocorrido em abril de 2013.

3 – Francisca tem 43 anos, é participante ativa do PS-II e tem um Salário de Benefício de R$6.000,00. Considerando que o SB de Francisca é superior a 14 VRS, o cálculo do seu Auxílio-Doença será o seguinte:

R$6.000,00 – R$5.492,90 = R$507,10

O valor referente ao primeiro mês do benefício que Francisca receberá de Auxílio-Doença pelo Serpros corresponde a R$507,10.

4 – Fábio tem 47 anos, é participante ativo do PS-II e tem um Salário de Benefício de R$17.525,00.

Cálculo: R$17.525,00 – R$5.492,90 = R$12.032,10

O valor referente ao primeiro mês do benefício que Fábio receberá de Auxílio-Doença pelo Serpros corresponde a R$12.032,10.

5 – Edgar tem 54 anos, é ativo no PS-II há 10 anos e já está aposentado pelo INSS. Ele tem um Salário de Contribuição de R$17.000,00 e terá direito ao Auxílio-Doença somente até completar 55 anos de idade.

Cálculo: R$17.000,00 – R$5.492,90 = R$11.507,10

O valor referente ao primeiro mês do benefício que Edgar receberá de Auxílio-Doença pelo Serpros corresponde a R$11.507,10.

6 – Valdir tem 59 anos, é ativo no PS-II há 10 anos e tem um Salário de Contribuição de R$25.000,00. Ele está aposentado pelo INSS, tem idade superior a 55 anos e contribuiu por mais de 5 anos ao plano. Por esses motivos, não receberá Auxílio-Doença.

7 – Janaína tem 55 anos, é ativa no PS-II, tem um Salário de Contribuição de R$21.615,00 e está aposentada pelo INSS, mas ingressou no plano há menos de 5 anos. Por este motivo, Janaína terá direito ao Auxílio-Doença, mas somente até completar os 5 anos de contribuição ao plano.

Cálculo: R$21.615,00 – R$5.492,90 = R$16.122,10

O valor referente ao primeiro mês do benefício que Janaína receberá de Auxílio-Doença pelo Serpros corresponde a R$16.122,10.

8 – Betina tem 39 anos, é participante autopatrocinada do PS-II e tem um Salário de Benefício de R$15.400,00.

Veja o cálculo a seguir: R$15.400 – R$5.492,90 = R$9.907,10

O valor referente ao primeiro mês do benefício que Betina receberá de Auxílio-Doença pelo Serpros corresponde a R$9.907,10.

Importante ressaltar:
– Conforme artigo 68 do regulamento do PS-II, é elegível a Auxílio-Doença no Serpros o participante ativo ou patrocinado deste plano que “cumulativamente: I. cumpre carência de 12 (doze) meses de Tempo de Contribuição ao Plano; II. detém benefício de auxílio-doença junto à Previdência Social; III. a moléstia não seja preexistente à inscrição no PS-II.”

Documentos para requerer o Auxílio-Doença no Serpros:
– Participante Ativo: deverá comunicar sua situação ao Órgão Local de Gestão de Pessoas do Serpro, encaminhando o Comunicado de Decisão e a Carta de Concessão de Auxílio-Doença do INSS. O OLGP, por sua vez, se encarregará de enviar os dados ao Serpros.

– Participante Autopatrocinado: deverá preencher e encaminhar ao Serpros o requerimento em modelo próprio do Serpros (Site do Serpros: Área Restrita >> Requerimentos >> Benefícios) e a cópia autenticada da Carta de Concessão de Auxílio-Doença do INSS (a autenticação poderá ser feita nos OLGPs ou no Serpros).

Para saber mais, leia o Regulamento do PS-II.
Caso você não se identifique em nenhum dos exemplos, entre em contato com o nosso Atendimento.

consulte Mais informação
Serpros 8 de julho de 2019 0 Comentários

Benchmarking: Serpros visita Fundação Valia

O projeto Inova Serpros está a todo vapor. No dia 28 de junho as equipes de Comunicação, Relacionamento, Tecnologia e Pessoas visitaram a Fundação Valia para conhecer um pouco mais sobre as estratégias daquela entidade para melhorar e modernizar o relacionamento com seus participantes.

No Serpros, estão previstas as implantações de novos canais digitais, como URA Virtual, Chat Bot, Chat Virtual e Voip Bot. Nesse sentido, a visita à Valia foi essencial para conhecer a estratégia de implantação dessas ferramentas de comunicação e relacionamento e os resultados obtidos.

Esta visita foi mais uma ação do Serpros no sentido de estar sempre alinhado com as melhores práticas adotadas no mercado de fundos de pensão.

Buscando cada vez mais a transparência e eficiência na comunicação e relacionamento, o Serpros lançou recentemente o seu novo Site, mais atrativo e dinâmico, o Portal Conhecer (Educação Financeira e Previdenciária) e as Redes Sociais (Instagram, Facebook e Linkedin). Outros canais de comunicação estão sendo implementados para modernizar e ampliar ainda mais o relacionamento com os participantes.

 

8/7/2019

consulte Mais informação
Serpros 8 de julho de 2019 0 Comentários

#SerprosEsclarece – objetivo da avaliação atuarial: superávit e déficit

No informativo anterior, o #SerprosEsclarece definiu o conceito de avaliação atuarial. Mas para que serve esse estudo? A avaliação atuarial tem como objetivo principal dimensionar os compromissos de cada plano de benefícios e estabelecer a forma de seu financiamento (plano de custeio), em busca da manutenção de seu equilíbrio.

Assim, no final de cada ano é apurada a diferença entre os ativos garantidores (patrimônio de cobertura do plano de benefícios) e o passivo atuarial (compromissos com o pagamento de benefícios aos participantes e assistidos).

Caso a diferença seja positiva, o plano está superavitário e caso a diferença seja negativa, o plano está deficitário.

Simplificando:

  • ATIVO > (maior que) PASSIVO = SUPERÁVIT
  • ATIVO < (menor que) PASSIVO = DÉFICIT
  • ATIVO = PASSIVO = EQUILÍBRIO

Acompanhe os próximos informativos para saber mais sobre déficit e superávit e acesse o nosso portal de Educação Financeira e Previdenciária Conhecer.

 

8/7/2019

consulte Mais informação
Serpros 8 de julho de 2019 0 Comentários

Você compra de forma inteligente?

Já foi comprovado por cientistas que fazer compras é um dos hábitos que as pessoas veem como terapêuticos. Porém, essa forma de “terapia” pode muito bem desencadear compulsividade e ser bem trágica para o bolso. Saiba mais em nosso portal de Educação Financeira e Previdenciária Conhecer.

 

8/7/2019

consulte Mais informação
Serpros 8 de julho de 2019 0 Comentários

Processo Eleitoral Serpros 2019: apuração dos votos

Em cumprimento aos artigos 40 e 43 do cronograma do Processo Eleitoral Serpros 2019, a Comissão Eleitoral Nacional divulga nesta quarta-feira (26/6/2019), a quantidade de votos apurada por candidato e por candidato/regional.

A apuração foi realizada no Serpros e contou com a presença dos representantes da Comissão Eleitoral – Allan Karden Bruno de Carvalho, André Luiz Sucupira Antonio, Cesar da Silva Pelosi Jucá e Nabuco Francisco Barcelos da Silva; do representante da empresa de auditoria Baker Tilty, Tarlles Henrique Nunes; do diretor de Tecnologia da empresa Studio Virtual, que desenvolveu a página eleicoes.serpros.com.br, Marcus von Brandenburg; do conselheiro Deliberativo, Mauro Roberto Simião; do conselheiro Fiscal, Luiz Antônio Martins; e do presidente da Aspas, Paulo Coimbra. Após o Encontro com Participantes realizado no Rio de Janeiro, a Diretoria Executiva do Serpros compareceu ao final da apuração.

Apurados os votos foram eleitos os seguintes candidatos conforme ordem abaixo:

Para o Conselho Deliberativo:

1º – Mário Evangelista da Silva Neto;
2º – Maurício Vasconcellos Saraiva (1º Suplente); e
3º – Carlos Henrique de Azevedo Moreira (2º Suplente).

Para o Conselho Fiscal:

1º – Erodice Rocha da Silva;
2º – Paulo Fernando Kapp (1º Suplente); e
3º – Thadeu Ernesto Senna Portella (2º Suplente).

 

Acesse aqui o Relatório de Votos por Candidato.

Acesse aqui o Relatório de Votos por Região.

26/6/2019

 

consulte Mais informação
Serpros 26 de junho de 2019 0 Comentários

Gestão de Riscos: concluído o 1º Ciclo

Foi realizada hoje (25/6), no auditório do Serpros, a Reunião de Conclusão do 1º Ciclo de Análise da Gestão de Risco. Além de todo corpo funcional, estiveram presentes representantes da Superintendência Nacional da Previdência Complementar (Previc), da Audin/Serpro, além do presidente do Conselho Fiscal, Luiz Antônio Martins.

Na abertura do evento, a presidente do Serpros, Ana Costi, ressaltou que este é um marco na gestão do Serpros, uma vez que a entidade atende a uma importante recomendação da Previc, que é: “Dar prioridade ao processo de conclusão, em regime de urgência (urgentíssima!), da implantação do sistema de controles internos.”

Conforme apresentado pelo gerente de Controles Internos da entidade, Alexandre Bittencourt, o evento de hoje representa “a conclusão de um ciclo, que visa aumentar a resiliência da empresa através da metodologia de Gestão de Riscos e Controles Internos (GRCI)”.

Conheça aqui o que fizemos até o momento!

Acompanhe os próximos informativos para saber mais sobre o assunto.

25/6/2019

consulte Mais informação
Serpros 25 de junho de 2019 0 Comentários